Está combinado, o segundo domingo do mês de maio é Dia das Mães, mas nem se quiséssemos esquecer a data conseguiríamos. Já há algumas semanas a mídia tem nos bombardeado com inúmeras propagandas desta data comemorativa.

Daqui a alguns dias está chegando mais um Dia das Mães e com ele todo um aparato de estímulo ao consumo com inúmeras promoções, novos produtos e ofertas irrecusáveis para presentear aquela que trouxe ao mundo o escritor e o leitor deste post. Como fazer para aproveitar a data sem se esquecer de seu significado mais importante: a homenagem às mamães? Como não cair na loucura do consumismo desenfreado? De um modo geral, o consumo está profundamente associado às carências e frustrações da vida contemporânea, ou seja, muitas vezes ele supre uma fantasia: “Se eu comprar tal roupa, serei mais belo, poderoso e feliz”.

abraco-de-dia-das-maes

Veja também:

Dia das Mães e o perverso consumismo

Dia das Mães: quando o consumismo esmaga os sentimentos

Feliz dia das Mães a todas as mamães do Brasil, com ou sem crise financeira.

Até o próximo post.

Um excelente filme sobre uma mãe com poucos recursos e pouco espaço para criar um filho em cárcere privado.

Ela faz de tudo para manter o filho em segurança, ainda que ela própria não estivesse segura.

Ter paciência e assistir até o final, pois vale muito a pena, principalmente para quem é pai ou mãe.

o quarto de Jack, filme de 2015

Brie Larson ganhou o Oscar 2016 de melhor atriz.

Até mais.

Vai chegando a hora do parto, mas antes tem o chá de bebê. Então vem aquela pergunta de como fazer um evento de forma mais econômica na hora de compartilhar a alegria da chegada do novo filho com pessoas ligadas a você e à sua família, as quais também estão felizes com esse acontecimento. Para quem está começando a organizar este tipo de “festa”(reunião social) pode ter um orçamento limitado para isto (possivelmente já teve gastos com a montagem do quarto do bebê e do enxoval). As dicas abaixo dão ideias de como fazer um chá de bebê econômico, porém com muita graça:

  1. Dispense os convites impressos;
  2. Peça confirmação;
  3. Reduza a lista de convidados;
  4. Monte a decoração;
  5. Faça os doces;
  6. Prepare as comidinha;
  7. Atenção ao bolo;
  8. Produza o bolo de fraldas;
  9. Opte por lembrancinhas simples;
  10. Busque boas ofertas;

Veja mais dicas sobre eventos e festas de forma econômica a seguir:

Até mais.

O Pai de Segunda Viagem vem mais uma vez falar sobre Gravidez de Risco, pois como devem saber a gestação do segundo herdeiro é de risco, só para variar.

Segundo o boletim informativo 23 semanas – Bebê cada vez mais forte, a partir da 23ª semana o bebê atinge o status de “viável”, ou seja, significa que já terá chance de sobrevivência se nascer antes do tempo (prematuro). A cada semana que passa o nenê vai ficando mais forte e amadurecido para enfrentar com melhores condições o mundo fora da barriga.

imagem de feto

Leia mais a seguir:

23 semanas de gravidez

Até mais.

Bom drama com Ryan Reynolds que conta a história de um pai que procura a filha desaparecida faz oito anos, a menina Cassandra. O desaparecimento acaba deixando uma série de dúvidas em torno do que teria ocorrido. Quando evidências de que ela ainda está viva voltam a aparecer, seu pai Matthew se mostra disposto a arriscar tudo para encontrá-la e desvendar o mistério em torno de seu desaparecimento.

Atualmente disponível na tela do seu Netflix.

À procura, filme com Ryan Reynolds

Até o próximo post.

Ótima comédia nacional com elenco repleto de humoristas.
O enredo é um pai desatento que deixa o filho numa creche noturna para ir com amigos para balada e troca o menino na hora de buscá-lo de volta.

superpai-filme

Sinopse:

Diogo (Danton Mello) é um adolescente tardio, que reluta em sucumbir à vida adulta. Casado com Mariana (Monica Iozzi), ele vê a chance de resgatar a popularidade dos tempos de escola quando a turma resolve se reencontrar em uma grande festa para marcar os 20 anos de formatura. Acontece que no dia D, a sogra sofre um acidente que tira a esposa dele de casa, e Diogo terá que cuidar do filho pequeno. Para não perder a comemoração – e a chance de “pegar” uma antiga paixão do colégio – ele resolve deixar o filho em uma creche noturna. Na hora de pegar o menino de volta, porém, ele acaba levando uma criança coreana por engano. E Diogo vai viver altas confusões ao longo de uma noite ao lado dos amigos César (Antonio Tabet), Nando (Thogun Teixeira) e Júlia (Dani Calabresa) para recuperar o filho. E o prestígio.
Não recomendado para menores de 14 anos
adorocinema.com/filmes/filme-230591

Até mais.

Quem disse Berenice que o governo não faz coisas que em prol do povo e da família brasileira?
Agora só falta a madrasta de todos os brasileiros bater o martelo para sancionar esta melhora em um benefício para todos os papais trabalhadores.

Pai caminha com seu filho preso ao peito

Confira abaixo as regras do projeto que amplia para 20 dias a licença-paternidade, porém vale a pena ressaltar que tal mudança não será obrigatória e também beneficia pais de filhos adotivos.

As empresas poderão ampliar de 5 para 20 dias a duração da licença-paternidade, conforme um projeto aprovado pelo Senado na quarta-feira (03/02/2016). Para entrar em vigor, o texto ainda precisa ser sancionado pela presidente Dilma Rousseff.
http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/02/veja-regras-do-projeto-que-amplia-para-20-dias-licenca-paternidade.html

Se não fosse a Zika, a hora de fazer mais filhos seria agora hein? 🙂 😀

Até o próximo post.

Até mesmo para crianças maiores, aquelas que já usam fralda apenas para dormir, as fraldas MamyPoko não vazam, absorvem bem, são muito macias e confortáveis. Tem-se encontrado fácil para comprá-las no Extra Hipermercados.

Leia mais a seguir:

Mais praticidade na troca, sem abrir mão da proteção
Você já teve dificuldade em trocar a fralda do seu bebê porque ele não para de se mexer? A fita adesiva já descolou, causando vazamento?
MamyPoko Fralda-Calça™ é um novo tipo de fralda que é superprática porque ela veste como roupinha. Dá para trocar em pé, como se fosse uma calcinha ou cuequinha e você não precisa ajustar a fita. Ela absorve até 5 copos de líquidos e se encaixa perfeitamente ao corpo do seu bebê, por isso não tem perigo de vazar.

MamyPoko: Mais praticidade na troca, sem abrir mão da proteção
mamypoko.com/br/pt/products/detail/04.html

Confira também:

– Clube de fraldas

Até mais.

Filmaço 100% família, o qual demonstra um relação distante, digamos até que meio omissa de pai e filho, mãe e filho, além de mãe e filha. Outras pessoas fazendo o papel de pai e mãe, porém com os pais ainda vivos, mas as coisas funcionando, mesmo que possa ser visto como distorcido para alguns.

Além de tudo vemos uma forte relação de empregado e patrão, com uma espécie de devoção, algo muito mais difícil hoje em dia, pois vivemos numa sociedade do descolamento, ninguém mais se apega a nada, tudo é efêmero, o presente praticamente não existe mais, ninguém se importa, só olha-se para o passado e pensa-se no futuro.

Confiram esta obra-prima do cinema nacional que deveria estar entre as finalistas do Oscar 2016. Injustiça. 🙁

Filme: Que horas ela volta?

Sinopse:

A pernambucana Val (Regina Casé) se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino (Michel Joelsas) vai prestar vestibular, Jéssica (Camila Márdila) lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.
adorocinema.com/filmes/filme-231230

Até o próximo post.

As creches, escolinhas e escolas se transformam em um local desconhecido para as crianças no início do ano escolar quando os pais fazem a transferência do aluno. Eles precisarão adaptar aos horários, regras, rotinas, professores e novos colegas de classe. É muita novidade e isto pode tornar o novo ambiente em um cenário assustador, fato que pode implicar naquela tradicional manha, cenas na porta da escola e até mesmo pânico nas crianças, mas os pais podem desempenhar um papel relevante nesta fase e tentar amenizar o medo para que os filhotes enfrentem com mais segurança esta nova etapa em suas vidas.

Confira:

– EDUCAÇÃO INFANTIL
10 respostas sobre adaptação escolar
Como agir (e como não agir) no período de adaptação na escola, uma fase tão importante na vida do seu filho

– Adaptação à escola de crianças com 2 e 3 anos
A adaptação de uma criança de 2 a 3 anos a uma escola dependerá mais da atitude do pessoal docente e dos cuidadores do que da criança. Ela não sabe que vai à escola, mas o pessoal da escola deve estar preparado para recebê-la. Além disso, este trabalho de preparação deverá ser compartilhado com os pais.

– Como ajudar seu filho a se adaptar na nova escola
Veja como você pode lidar com as dificuldades dos primeiros dias de aula

Professores novos e o ambiente diferente são as principais queixas das crianças

Até o próximo post.