Saúde bucal infantil: 4 dicas para cuidar dos dentes das crianças

Saúde bucal infantil

A formação de personalidade e bons hábitos das crianças são desenvolvidos até os quatro anos de idade das mesmas, diante desse período é extremamente importante reforçar as práticas de higiene sendo uma delas higiene bucal.

Apesar de muito espertas as crianças não tem discernimento de tamanha importância dessa prática e é justamente por isso que essa importância deve ser reforçada pelos responsáveis.

O grande volume de doces e guloseimas aliado a preguiça para procedimentos de higiene são vilões em grande potencial que podem facilmente comprometer a saúde bucal tanto na infância quanto na fase adulta.

Os filhos refletem os costumes dos pais e essa influência é incontestável. Por isso, é crucial saber incentivar e ensinar que essa tarefa não é uma obrigação desagradável tendo paciência e fazendo desse momento uma experiência de aprendizado e de grande atenção.

Separamos aqui quatro dicas para te auxiliar e facilitar esse hábito. Continue a leitura!

1.Criar uma rotina de cuidados:

Algumas famílias já possuem convênio odontológico o que aumenta as chances da criança passar regularmente ao dentista.

A família é a base da criança, pois é ali que todos os costumes e tradições são formados, é justamente por isso que é importante criar uma rotina de cuidados que será seguida pelo resto da vida inclusive na vida adulta.

A escova junto ao fio dental  se tornam indispensáveis assim que surgem os primeiros dentes, o fio dental deve ser usado a partir da existência de dentes juntos. Os responsáveis devem passá-lo entre todos os dentes, pelo menos uma vez por dia de preferência antes de dormir.

Contudo as escovações devem acontecer 3 vezes ao dia após cada refeição e antes de dormir. A escova deve ser macia e uma dica para tornar esse momento divertido é apostar nas escovas de personagens.

O creme dental comum pode ser usado todos os dias sem exceção, o creme dental com flúor é o maior protetor dos dentes, porém pode ser utilizado no máximo uma vez por semana logo que a criança aprender a cuspir.

Em ambos produtos deve-se escovar em movimentos circulares e para frente e para trás.

2.Alimentação equilibrada

Para desenvolver dentes mais saudáveis, é necessário que a criança possua uma alimentação equilibrada, contendo uma ampla variedade sais minerais e vitaminas, cálcio, zinco e fósforo.

Os doces e guloseimas devem ser consumidos sem excessos, pois os açúcares e amidos que fazem parte de vários tipos de alimentos como doces, frutas secas, refrigerantes e batata frita formam uma placa bacteriana e essa substância ataca o esmalte do dente formando assim as cáries.

A formação de uma cárie leva até 20 minutos, após o término das refeições ocorrendo principalmente durante a noite.

3.Ir ao dentista para receber o melhor auxílio

Algumas empresas fornecem plano empresarial odontológico, que facilita a forma de pagamento da maioria dos procedimentos, em alguns planos é possível adicionar membros da família e assim ter um doutor de confiança para realizar qualquer procedimento ou tirar dúvidas.

O auxílio do dentista para os baixinhos vai além de uma simples avaliação, a criança tendo contato com esse profissional desde a menoridade previne  futuros traumas e ainda reforça a importância desses cuidados diários.

O dentista também pode reforçar quais são as escovas, pastas e até mesmo fio dental ideal para um cuidado mais confortável e eficiente para as crianças.

Contudo não necessariamente o convênio dental tem que ser patenteado pela empresa e qual você trabalha, também existe a possibilidade de um plano odontológico não empresarial, onde você pode vincular com um profissional mais acessível ou próximo da sua casa.

4.Dê a criança independência:

Os profissionais da área da odontologia informam que com quatro anos, quando a criança já consegue segurar a escova e realizar o procedimento de escovação sozinho, é essencial dar a ela liberdade e espaço para que esse momento se torne algo natural do dia a dia da criança, dando a ela uma das responsabilidades que realizará por toda a vida.

Entretanto, é importante que os responsáveis acompanhem sempre que possível, para verificar se a escovação tem sido realizada de forma correta e se os dentes do fundo junto a língua também tem recebido os devidos cuidados.

Nessa idade é comum que as crianças esqueçam de escovar os dentes do fundo pela dificuldade de levar a escova até o local.

Inicialmente é legal que os pais escovem os dentes juntos com o filho, pois além de incentivá-los a ter esse cuidado diário, também reforça a importância de ter uma escovação boa e completa durante a vida adulta.

Também é importante reforçar que a pasta de dente (com ou sem flúor) deve ser cuspida com auxílio de água, para evitar que a criança consuma essas substâncias.

Dessa forma, é possível prevenir o aparecimento de de fluorose, que não apresenta danos aos dentes, mas deixam manchas para o resto da vida, o que pode atrapalhar as questões estéticas e de bem-estar da criança.

Viu como é simples? Dessa forma conseguirá evitar problemas como cárie, mau hálito e até mesmo a sensibilidade dos dentinhos.
Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da rede Ideal odonto.

Saúde bucal infantil: 4 dicas para cuidar dos dentes das crianças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *