Um ótimo filme futurista que a conta a história de um avô viúvo com suas gêmeas sétuplas numa sociedade com política de filho único.
Produção original Netflix.

Onde está a Segunda, filme original Netflix

Sinopse

Onde está a Segunda? (What Happened to Monday) é um filme distópico de ficção científica e suspense, escrito por Max Botkin e Kerry Williamson, dirigido por Tommy Wirkola e estrelando Noomi Rapace, Glenn Close, e Willem Dafoe.

Detalhes

2073. O aumento crescente da população faz com que os recursos naturais da Terra se tornem cada vez mais escassos, especialmente após a América do Sul tornar-se um imenso deserto. A saída é investir em alimentos geneticamente modificados, de forma a ampliar a produção em um espaço físico cada vez mais limitado. Entretanto, tal iniciativa gera como efeito colateral o nascimento cada vez maior de gêmeos, o que aumenta ainda mais o problema da superpopulação. Neste contexto, Nicolette Cayman (Glenn Close) surge com uma proposta drástica: cada casal pode ter apenas um filho, e os irmãos são confinados em ambiente criogênico para serem despertados quando a situação do planeta estiver sob controle. Todos os países adotam esta proposta, com a criação de uma agência implacável que fiscaliza os cidadãos através de pulseiras eletrônicas. Apesar de tamanha vigilância, Terrence Settman (Willem Dafoe) consegue salvar a vida de suas sete netas fazendo com que elas se revezem nos dias da semana, de forma que todas assumam o codinome Karen Settman – o mesmo nome de sua mãe, que faleceu no parto. Trinta anos depois, as sete irmãs seguem esta rígida rotina até que uma delas, Segunda (Noomi Rapace), misteriosamente não retorna para casa.

Data de lançamento: 30 de agosto de 2017 (França)
Direção: Tommy Wirkola
Música composta por: Christian Wibe
Distribuidora: Netflix
Roteiro: Max Botkin, Kerry Williamson

Até o próximo post.

¿Qué Culpa Tiene el Niño? é um ótimo filme sobre um pai de primeira viagem. Jovem, reprovado no vestibular e desempregado, tem que dar a volta por cima na marra.

Comédia dramática de qualidade.
No Netflix.

Sinopse:

Maru, depois de engravidar numa noite de bebedeira com um jovem solteirão desempregado e imaturo, está determinada a seguir a tradição e casar-se com ele de qualquer maneira.
filmow.com/uma-ressaca-de-9-meses-t210611

que culpa tiene el niño - película

Excelente filme de relacionamento de pai com filho e neto com avô. Muito bacana. Uma ótica totalmente masculina, mas sem perder a sensibilidade.

Não deixem de assistir este drama de alta qualidade. O elenco é na medida certa!

Sinopse:

Ray Cutter (John Travolta) era um prodígio das artes quando criança, mas hoje organiza sua fuga da prisão. Assim como seu pai, ele é um pequeno ladrão, que se deixou levar ao longo dos anos. Para poder passar mais tempo com seu filho, que esta doente, Ray e seu pai devem se unir e realizar um último grande trabalho para o sindicato que financiou sua libertação.

O impostor filme 2014 The Forger movie 2014

Até mais.

Um belo filme sobre um pai em busca dos filhos desaparecido numa guerra.

promessas-de-guerra-russel-crowe

Tudo começa após o desaparecimento dos filhos e suicídio da esposa que não suportou tal perda. Nessa jornada, o roteiro mistura a aventura do pai a questões políticas envolvendo Reino Unido, França e Turquia; além de discutir o embate entre os valores culturais destas nações.

Da coloração fotográfica até os longos travellings, o cineasta estreante tenta transmitir a beleza dos desertos da Austrália de uma maneira quase publicitária. Tudo é laranja e o país vive em um pôr do Sol constante. O mesmo vale para a Turquia, onde o exibicionismo oriental é refletido de forma exótica e que por vezes se confunde com o caricato. Ainda assim, a beleza está lá, não é mal filmada, apenas apresentada de um jeito cafona – tal qual os diálogos românticos entre Russel Crowe e Olga Kurilenko.

Mais detalhes a seguir:

https://m.omelete.uol.com.br/filmes/criticas/promessas-de-guerra/?key=96948

Até o próximo post.

Filmaço 100% família, o qual demonstra um relação distante, digamos até que meio omissa de pai e filho, mãe e filho, além de mãe e filha. Outras pessoas fazendo o papel de pai e mãe, porém com os pais ainda vivos, mas as coisas funcionando, mesmo que possa ser visto como distorcido para alguns.

Além de tudo vemos uma forte relação de empregado e patrão, com uma espécie de devoção, algo muito mais difícil hoje em dia, pois vivemos numa sociedade do descolamento, ninguém mais se apega a nada, tudo é efêmero, o presente praticamente não existe mais, ninguém se importa, só olha-se para o passado e pensa-se no futuro.

Confiram esta obra-prima do cinema nacional que deveria estar entre as finalistas do Oscar 2016. Injustiça. 🙁

Filme: Que horas ela volta?

Sinopse:

A pernambucana Val (Regina Casé) se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino (Michel Joelsas) vai prestar vestibular, Jéssica (Camila Márdila) lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.
adorocinema.com/filmes/filme-231230

Até o próximo post.

Excelente filme, o qual demonstra um forte laço de relação pai e filho num mundo pós apocalíptico.
Drama da melhor qualidade.
Assistam, pois não irão se arrepender.

Sinopse:

O mundo foi destruído há mais de 10 anos, mas ninguém sabe o que exatamente aconteceu. Como resultado, não há energia, vegetação ou comida. Milhões de pessoas morreram, devido aos incêndios, inundações ou queimadas que se seguiram ao cataclisma. Neste contexto vivem um pai (Viggo Mortensen) e seu filho (Kodi Smit-McPhee), que sobrevivem de quaisquer alimento e vestuário que conseguem roubar. Apesar dos contratempos, eles seguem viagem pela estrada, sempre rumo ao oeste dos Estados Unidos.
adorocinema.com/filmes/filme-127661

A estrada (The road)

Até o próximo post.