Boa comédia sobre adoção.

Filme sobre adoção no Netflix

Sinopse

Quando o casal afro-francês Paul e Sali descobre que o tão esperado bebê que estão prestes a adotar é branco, eles acabam trazendo caos e conflitos de família para casa.
#Netflix

Elenco: Lucien Jean-Baptiste, Aissa Maiga, Zabou Breitman, Vincent Elbaz, Michel Jonasz, Naidra Ayadi, Marie-Philomène Nga, Bass Dhem, Delphine Théodore.

Duração: 95 minutos.

Até o próximo post.

Filme que fala sobre o dilema do segundo filho. A maioria das famílias hoje tem no máximo um filho, o qual tem condições de criar em um mundo caro e cheio de exigências. Quando chega o segundo filho as dificuldades de adaptação do primeiro e dos pais é latente.

É uma animação com toques de fantasia. Na medida certa. Assistam.

Filme o poderoso chefinho

Sinopse

Um bebê falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa une forças com seu irmão mais velho invejoso para impedir que um inescrupuloso CEO acabe com o amor no mundo. A missão é salvar os pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força.

Até mais.

Um ótimo filme futurista que a conta a história de um avô viúvo com suas gêmeas sétuplas numa sociedade com política de filho único.
Produção original Netflix.

Onde está a Segunda, filme original Netflix

Sinopse

Onde está a Segunda? (What Happened to Monday) é um filme distópico de ficção científica e suspense, escrito por Max Botkin e Kerry Williamson, dirigido por Tommy Wirkola e estrelando Noomi Rapace, Glenn Close, e Willem Dafoe.

Detalhes

2073. O aumento crescente da população faz com que os recursos naturais da Terra se tornem cada vez mais escassos, especialmente após a América do Sul tornar-se um imenso deserto. A saída é investir em alimentos geneticamente modificados, de forma a ampliar a produção em um espaço físico cada vez mais limitado. Entretanto, tal iniciativa gera como efeito colateral o nascimento cada vez maior de gêmeos, o que aumenta ainda mais o problema da superpopulação. Neste contexto, Nicolette Cayman (Glenn Close) surge com uma proposta drástica: cada casal pode ter apenas um filho, e os irmãos são confinados em ambiente criogênico para serem despertados quando a situação do planeta estiver sob controle. Todos os países adotam esta proposta, com a criação de uma agência implacável que fiscaliza os cidadãos através de pulseiras eletrônicas. Apesar de tamanha vigilância, Terrence Settman (Willem Dafoe) consegue salvar a vida de suas sete netas fazendo com que elas se revezem nos dias da semana, de forma que todas assumam o codinome Karen Settman – o mesmo nome de sua mãe, que faleceu no parto. Trinta anos depois, as sete irmãs seguem esta rígida rotina até que uma delas, Segunda (Noomi Rapace), misteriosamente não retorna para casa.

Data de lançamento: 30 de agosto de 2017 (França)
Direção: Tommy Wirkola
Música composta por: Christian Wibe
Distribuidora: Netflix
Roteiro: Max Botkin, Kerry Williamson

Até o próximo post.

Drama sobre pais que precisam criar os filhos sem a presença da mãe. Neste caso é um viúvo, mas poderia ser um pai divorciado com a guarda dos filhos.

O elenco é de primeira.

pais-e-filhas-filme-2015

Sinopse:

Um novelista mentalmente instável tenta criar sozinho a filha de cinco anos. Vinte anos depois, a garota cuida de crianças com problemas psicológicos e ainda tenta entender sua complicada infância.

Até mais.

Excelente filme de relacionamento de pai com filho e neto com avô. Muito bacana. Uma ótica totalmente masculina, mas sem perder a sensibilidade.

Não deixem de assistir este drama de alta qualidade. O elenco é na medida certa!

Sinopse:

Ray Cutter (John Travolta) era um prodígio das artes quando criança, mas hoje organiza sua fuga da prisão. Assim como seu pai, ele é um pequeno ladrão, que se deixou levar ao longo dos anos. Para poder passar mais tempo com seu filho, que esta doente, Ray e seu pai devem se unir e realizar um último grande trabalho para o sindicato que financiou sua libertação.

O impostor filme 2014 The Forger movie 2014

Até mais.

Ótimo filme de animação onde a continuação superou o primeiro. Trata de aceitação dos que são diferente, aí incluso os próprios filhos e netos.

Sinopse:

Para aqueles quem não conhecem a trama, desta vez, a turma do Drac está de volta e tudo parece estar mudando para melhor no Hotel Transilvânia 1, onde monstros e humanos agora vivem em paz. A rígida política de “só para monstros” estabelecida por Drácula para o hotel finalmente se flexibilizou e suas portas foram abertas também a hóspedes humanos, mas por trás de atitudes de fachada, Drac está preocupado em ver que seu adorável neto, meio humano, meio vampiro, Dennis, não demonstra sinais de ser vampiro.

Devido a isto, enquanto Mavis está ocupada visitando os sogros humanos na companhia de Johnny – e imersa ela mesma em seu próprio grande choque cultural – o vovamp Drac recruta seus grandes amigos Frank, Murray, Wayne e Griffin para fazer com que Dennis passe por um acampamento de treinamento de monstros e deixe seu lado monstro falar mais alto que seu lado humano. O que eles não sabem é que o pai ranzinza e muitíssimo antiquado de Drac, Vlad, está prestes a visitar a família no hotel para comemorar o aniversário de cinco anos do bisneto e quando Vlad descobre que seu bisneto não é de linhagem pura – e que os humanos agora são bem-vindos no Hotel Transilvânia – as coisas vão ficar complicadas para todos.

hotel-transilvania-2
cinepop.com.br/critica-hotel-transilvania-2-104281

O Filme Hotel Transilvânia 2 é muito melhor do que o primeiro!
Simplesmente sensacional.
Ele começa meio devagar, mas depois engrena.
Cheio de conflitos familiares e entre classes.
Parece até vida real. Que coincidência. 🙂

Vale muito a pena conferir!

Um belo filme sobre um pai em busca dos filhos desaparecido numa guerra.

promessas-de-guerra-russel-crowe

Tudo começa após o desaparecimento dos filhos e suicídio da esposa que não suportou tal perda. Nessa jornada, o roteiro mistura a aventura do pai a questões políticas envolvendo Reino Unido, França e Turquia; além de discutir o embate entre os valores culturais destas nações.

Da coloração fotográfica até os longos travellings, o cineasta estreante tenta transmitir a beleza dos desertos da Austrália de uma maneira quase publicitária. Tudo é laranja e o país vive em um pôr do Sol constante. O mesmo vale para a Turquia, onde o exibicionismo oriental é refletido de forma exótica e que por vezes se confunde com o caricato. Ainda assim, a beleza está lá, não é mal filmada, apenas apresentada de um jeito cafona – tal qual os diálogos românticos entre Russel Crowe e Olga Kurilenko.

Mais detalhes a seguir:

https://m.omelete.uol.com.br/filmes/criticas/promessas-de-guerra/?key=96948

Até o próximo post.

Mark Ruffalo vive uma personagem chamada Cameron que é um pai bipolar, o qual tenta reconquistar o amor e a confiança de sua esposa e de suas duas filhas assumindo a responsabilidade de cuidar delas na ausência temporária da mãe, mas as meninas não irão tornar essa missão nada fácil, pedindo algo mais de Cameron.

O filme Sentimentos que Curam traz uma família tentando lidar com problemas emocionais.

O drama passa-se nos anos de 1970. Dessa forma, ecoa os movimentos sociais e as mudanças radicais da década anterior. O pai com transtorno bipolar — que empolga e “irrita” na medida certa — talvez seja, na verdade, a representação de uma dificuldade masculina em se reajustar a esse novo mundo.


Filme Sentimentos que curam 2014http://cinema.uol.com.br/noticias/reuters/2015/07/15/sentimentos-que-curam-traz-familia-tentando-lidar-com-problemas-emocionais.htm

Data de lançamento: 16 de julho de 2015 (Brasil)
Direção: Maya Forbes
Música composta por: Theodore Shapiro
Roteiro: Maya Forbes
Indicações: Prêmio Globo de Ouro: Melhor Ator em Comédia ou Musical, mais

Até o próximo post.

Um excelente filme sobre uma mãe com poucos recursos e pouco espaço para criar um filho em cárcere privado.

Ela faz de tudo para manter o filho em segurança, ainda que ela própria não estivesse segura.

Ter paciência e assistir até o final, pois vale muito a pena, principalmente para quem é pai ou mãe.

o quarto de Jack, filme de 2015

Brie Larson ganhou o Oscar 2016 de melhor atriz.

Até mais.

Bom drama com Ryan Reynolds que conta a história de um pai que procura a filha desaparecida faz oito anos, a menina Cassandra. O desaparecimento acaba deixando uma série de dúvidas em torno do que teria ocorrido. Quando evidências de que ela ainda está viva voltam a aparecer, seu pai Matthew se mostra disposto a arriscar tudo para encontrá-la e desvendar o mistério em torno de seu desaparecimento.

Atualmente disponível na tela do seu Netflix.

À procura, filme com Ryan Reynolds

Até o próximo post.